diarioagora.com.br

Diário Agora Mudar jornal: Diário do Sudoeste
  • Guarapuava, 01 de Agosto de 2014

Publicado em 11 de Julho de 2013, às 07h00min

Estacionar em local proibido é a 2ª infração que mais contribui para suspensão da CNH

Considerada infração média a grave, multa pode chegar a R$ 127 e cinco pontos na carteira

Diário de Guarapuava Mariana Rudek

A segunda penalidade que mais contribuiu para a suspensão da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) no primeiro semestre deste ano, em Guarapuava, com 127 infrações, foi a de estacionar em desacordo com a regulamentação de trânsito. Comparado ao mesmo período do ano passado, a multa teve uma participação 28% maior. 

O número diz respeito apenas às infrações cometidas por 338 motoristas que tiveram a CNH suspensa no período por excederem os 20 pontos. 

O perfil apresentado pelo Detran (Departamento de trânsito do Paraná) mostra que a maioria (28) dos condutores que tiveram a CNH suspensa por contribuição dessa infração este ano são homens entre 40 e 50 anos de idade. Em seguida, vem a faixa etária de 33 a 39 anos, com 27. O total das multas destinadas a mulheres soma 29, e o grupo que mais cometeu a infração responde pela faixa etária de 26 a 32 anos, com 12 multas. 

Mas estacionar em local proibido tem se tornado rotina nas cidades. Com a desculpa de ser uma parada rápida, somente descarregar, ou carregar um objeto, não é permitido. De acordo com o relatório do Detran, todas as formas erradas de estacionar, que culminaram na suspensão das habilitações de motoristas guarapuavanos, somaram 237.

Nos locais onde a sinalização indica uma placa com a letra “E”, com uma faixa vermelha na frente é proibido estacionar, mas são permitidas paradas rápidas para embarques e desembarques. Para isso, o condutor precisa sinalizar com a seta para a direita ou esquerda e somente pode ficar parado pelo instante que demora o passageiro entrar ou sair do veículo. Se for flagrado estacionado neste local, o condutor será autuado em uma multa grave, terá acrescido quatro pontos na carteira e pagará R$ 85,13.

Entretanto, nos locais onde há a sinalização de um “E” cortado por duas faixas vermelhas cruzadas, não é permitido estacionar nem parar. Nesses pontos o motorista não pode nem mesmo realizar o embarque e desembarque.  A infração é considerada grave, adiciona 5 pontos na carteira e o valor pago é de R$ 127, mais a remoção do veículo.

 

***Leia a matéria completa na versão impressa ou digital do Diário de Guarapuava desta quinta-feira, 11.